A Mudança

Chegou Abril!
Sentiu-se no ar uma toada de chilreios,
canções e perfume de flores.
Mistério!
Era prenúncio de coisas boas
que acalmam as dores e,
o memorável dia chegou!
Brilhou o Sol e tudo mudou!
Ninguém sabia o segredo
que se formou na mente,
d'alguém que tirou do Degredo,
Corações sofredores!
Torturados!
Humilhados!
espancados sem dó, por carrascos sanguinários
que oprimiam o povo, lhes tolhiam os movimentos
e as palavras de protesto
que saíam dos lábios mudos,
onde o medo e a opressão reprimiam,
o grito de horripilante verdade, por detrás de grades e grilhetas de Dor.
E foi através do vermelho de uma Flor,
que surgiu dum cano de fogo, por entre balas de
Alegria, de milhares de cravos vermelhos e pombas brancas,
que se ouviu o tão esperado grito ....
LIBERDADE!
LIBERDADE!
23 de Abril de 2008
Natália Fialho

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Recontos - o conto tradicional narrado pelos alunos do 6ºA