UMA PEQUENA HISTÓRIA

Quando andava na escola, na 3.ª ou 4.ª classe, queria ir a uma excursão, os meus pais não concordaram e mandaram-me estudar. Fiquei muito aborrecido com a decisão dos meus pais.
Como eram eles que mandavam, tive que ir fazer o que eles me tinham ordenado. Fui estudar, abri um livro, não sei qual e nem em que página estava, o que interessava era o livro estar aberto, para mostrar que estava a estudar.
Passadas cerca de duas horas, a minha mãe chegou junto de mim e perguntou-me se o livro era do circo. Perguntei-lhe porquê. Ela respondeu-me que via os bonecos de pernas para o ar.
Foi aí que vi que tinha aberto o livro ao contrário.
Portanto, não vale a pena enganar os pais…

Joaquim Parreira, 50 anos (Turma EFA)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Recontos - o conto tradicional narrado pelos alunos do 6ºA